domingo, 25 de fevereiro de 201825/2/2018
+55 83 9 86812319
Muito nublado
22º
23º
30º
Patos - PB
Erro ao processar!
Banner abaixo dos vídeos
MULHER
Cadela emociona familiares ao velar corpo de dona que faleceu em Teresina
Belinha era chamada de
Rita Bizerra Patos - PB
Postada em 13/02/2018 ás 10h18 - atualizada em 14/02/2018 ás 13h20
1.437 acessos
Cadela emociona familiares ao velar corpo de dona que faleceu em Teresina

Cadela em velório


Durante o velório de Telma Maria Pereira de Andrade a tristeza era compartilhada por todos, mas foi a reação da cadela Belinha que mais emocionou a família. Companheira de Telma durante o tratamento contra o câncer, a cadela da raça boxer era chamada de “enfermeira” e no velório ficou sempre perto do caixão, vigilante, velando o corpo de sua companheira. A própria família ficou impressionada com a ligação entre as duas.




"E como um anjo ela passou a noite toda ao seu lado. Mamãe dizia que era a sua enfermeira. A Belinha, como foi batizada por Telma Maria, mostrou ser a companheira mais que fiel. Amor, vida, morte e ensinamentos. Alguns vão dizer que sou um idiota em postar a foto do caixão da minha mãe, mas uma imagem pode ensinar muita gente a amar os animais, e que animais não são só animais, pois eles são puramente amor. #saudade", escreveu o filho de Telma, Dionísio Neto, ao publicar a imagem acima no Facebook.







Dionísio contou que a mãe e a cadela estavam juntas em todos os momentos do dia (Foto: Dionísio Neto / Arquivo Pessoal)Dionísio contou que a mãe e a cadela estavam juntas em todos os momentos do dia (Foto: Dionísio Neto / Arquivo Pessoal)




Dionísio contou que a mãe e a cadela estavam juntas em todos os momentos do dia (Foto: Dionísio Neto / Arquivo Pessoal)






Ele contou ao G1 que Belinha e Telma tinham uma relação muito forte. O que mais o impressionou foi a postura da cadela enquanto o corpo era velado. "No velório ela ficava em pé quando as pessoas se aproximavam do caixão. Ela subia e ficava vigilante. Acho que era porque minha mãe dormia na rede. Ela ficava embaixo também durante a noite toda", comentou.









 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


 


Belinha o tempo todo acompanhou o velório ao lado da dona (Foto: Dionísio Neto/Arquivo pessoal)






A amizade entre as duas durou todo o período em que Telma esteve doente. "Ela fez muita companhia para minha mãe e manteve a alegria", comentou. A relação entre as duas foi construída aos poucos. "No começo ela não queria, mas depois se tornaram melhores amigas", disse Dionísio Neto acrescentando que Belinha está na família desde que nasceu, há 4 anos.




Telma morreu em decorrência de um câncer. "Minha mãe teve uma metástase afetando pâncreas, fígado, pulmão, coluna e estava bem evoluído. Ela sofria muitas dores e a cadela funcionava como uma distração, uma terapia. Foram dias difíceis e dolorosos. Até hoje a cadela vai até no quarto e fica chorando", relatou o filho de Telma.







 

Belinha acompanhou inclusive as orações que passaram a acontecer após a morte de Telma (Foto: Dionísio Neto/Arquivo pessoal)Belinha acompanhou inclusive as orações que passaram a acontecer após a morte de Telma (Foto: Dionísio Neto/Arquivo pessoal)



Belinha acompanhou inclusive as orações que passaram a acontecer após a morte de Telma (Foto: Dionísio Neto/Arquivo pessoal)












Belinha e Telma eram grandes companheiras (Foto: Dionísio Neto/Arquivo pessoal)



 


 


 


 


 


 


 


 


Belinha e Telma eram grandes companheiras (Foto: Dionísio Neto/Arquivo pessoal)


Leia mais notícias no www.paraibamulhermacho.com, siga-nos no FacebookFanpageGrupoTwitter, e futuramente veja vídeos no nosso Canal de Youtube. Envie informações à Redação do site PB Mulher Macho pelo WhatsApp (83) 986812319.





FONTE: G1 Piauí
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium